Entenda porque a gordura se acumula na barriga

Em tempos de tanquinhos, a gordurinha na barriga incomoda muito mais. Afinal, não é toda roupa que cai bem e muita gente se sente desconfortável carregando uma “pochete” de gordura. Mas as preocupações com essa região vão muito além da estética. A gordura na região da barriga pode ser bastante prejudicial para a saúde. As mulheres devem ter menos de 88 cm de cintura e, os homens, precisam ficar abaixo dos 102 cm de circunferência abdominal para minimizar risco de doença cardiovascular, obesidade e morte precoce. Por todas essas razões, é preciso levar o combate a gordura abdominal à sério!

A gordura tende a se concentrar na região do abdômen por diversas causas. A principal é a predisposição genética, por isso o corpo que tem formato maçã, tende a acumular mais gordura na barriga. Além disso, idade, questões hormonais, sedentarismo e alimentação calórica são outros fatores que contribuem para deixar a barriguinha mais saliente.

Adotar um cardápio mais saudável indicado por um especialista em nutrição, e apostar em rotina de exercícios ajudam a diminuir a gordura dessa região, assim como os exercícios aeróbicos. No entanto, é possível que mesmo com todo esse esforço a barriguinha continue lá, firme e forte.

Nesses casos é preciso investir em tratamentos avançados e eficientes, como a criolipólise, que já mostra resultados na primeira sessão. O equipamento congela as células de gordura que, consequentemente, morrem e não voltam mais. Os resíduos celulares são metabolizados e eliminados pelo organismo com ajuda de massagens linfáticas. Outro tratamento que dá resultados é o ultrassom Sonofocus. Ele age formando bolhas de ar no tecido gorduroso, que crescem, estouram e causam a ruptura da gordura. É totalmente indolor, não invasivo e não requer período de recuperação.

A radiofrequência também é muito utilizada para eliminar a gordura localizada do abdômen. Os aparelhos de radiofrequência geram energia, sob a forma de calor, que chega à célula de gordura, aumentando seu metabolismo e reduzindo seu tamanho. O procedimento dura entre 45 minutos e uma hora e meia e é indicada para abdômen, flancos e culotes.

Tags: ,

Comentar